Região

Europa apoia rotas turísticas inspiradas nas invasões francesas

Escrito por Jornal O Interior

As invasões napoleónicas da Península Ibérica estão na base de um projeto para criar novas rotas turísticas e culturais na região Centro e na comunidade espanhola de Castela e Leão.
Apresentado no passado dia 10, no Luso, o NAPOCTEP pretende «transformar o património da época das invasões francesas num produto turístico único, capaz de criar riqueza e emprego em regiões de Portugal e Espanha confrontadas pelo despovoamento e pelo envelhecimento das populações», afirmou o presidente da Turismo do Centro, Pedro Machado. A iniciativa tem uma duração de dois anos e foi aprovada recentemente pelo programa de cooperação transfronteiriça Interreg Espanha-Portugal (POCTEP). O investimento é de 711 mil euros, estando já assegurado um apoio do FEDER (Fundo Europeu para o Desenvolvimento Regional) de cerca de 533 mil euros. As futuras rotas napoleónicas serão desenvolvidas na região Centro e nas províncias de Salamanca, Zamora, Valladolid, León e Ávila.
O projeto é liderado pela Comunidade Intermunicipal (CIM) Região de Coimbra, sendo parceiros, do lado português, o Turismo do Centro, a CIM Beiras e Serra da Estrela e a Associação para o Desenvolvimento Turístico e Patrimonial das Linhas de Torres Vedras. Do outro lado da fronteira participam a Fundación Siglo para el Turismo y las Artes de Castilla y León, a Fundación Santa María la Real del Patrimonio Histórico, a Sociedad Mercantil Estatal para la Gestión de la Innovación y las Tecnologías Turísticas e a Fundación Finnova.

Sobre o autor

Jornal O Interior

Deixar uma resposta