Região

Assembleia Municipal da Mêda aprova moção sobre falta de serviços de saúde no concelho

Escrito por Jornal O Interior

“Não ao Brexit da Saúde no concelho de Mêda” é o título da moção apresentada pelo PSD, CDS e presidentes de Juntas de Freguesia e aprovada por unanimidade na Assembleia Municipal de 28 de fevereiro. Apenas os eleitos do PS votaram contra.
No documento, os deputados manifestam a sua preocupação pela falta de médicos no centro de saúde local, o que tem originado o seu encerramento «não raras vezes», e exigem à ULS da Guarda, ARS Centro e ao Governo a contratação de mais médicos, bem como a reabertura do Serviço de Atendimento Permanente (SAP) «24 horas por dia». Os subscritores exigem ainda a criação de uma comissão municipal de Saúde, «proposta há vários meses pelo grupo municipal do PSD», e pedem ao executivo socialista liderado por Anselmo Sousa «mais proatividade na defesa intransigente de um Centro de Saúde com bons equipamentos, com mais e melhores serviços, com mais profissionais de saúde e com um funcionamento que dignifique todos os profissionais que nele já trabalham, bem como todos os utentes».
A moção apela ainda à mobilização da população contra «qualquer diminuição dos serviços prestados» no Centro de Saúde.

Sobre o autor

Jornal O Interior

Deixar uma resposta