Política

PS Guarda quer reversão da privatização dos CTT

Escrito por Jornal O Interior

A Federação do PS da Guarda vai continuar «a fazer força» para que o Governo de António Costa reverta a privatização dos CTT e impeça o fecho de estações de Correios em vários concelhos do distrito.
Em setembro, a distrital liderada por Pedro Fonseca já tinha contestado a opção da empresa e manifestado a sua «preocupação» ao secretário-geral do PS e primeiro-ministro, António Costa, e ao secretário nacional do partido e ministro do Planeamento e das Infraestruturas, Pedro Marques. «Pese embora não constasse do memorando da “troika”, a privatização total dos CTT foi executada pelo anterior Governo PSD/CDS à luz do devaneio ideológico de “ir além da troika”, levando a que o Estado deixasse de ter qualquer participação nas tomadas de decisão dos CTT», recorda Pedro Fonseca. Para o líder federativo, o fecho de estações de Correios no distrito é «uma tremenda injustiça para as populações dos concelhos com menor densidade populacional».

Sobre o autor

Jornal O Interior

Deixe comentário