DURA Automotive

Apesar da aproximação da data de concretização da anunciada saída do maior cliente da fábrica, a administração da DURA Automotive continua a deixar no ar a incerteza perante o futuro. Os trabalhadores concretizaram esta quarta-feira, frente à empresa de Vila Cortês do Mondego, mais uma paralisação fortemente motivada pela dúvida sobre o destino dos postos de trabalho. «Queremos que nos seja comunicada qual a decisão», afirma Paulo Ferreira, da comissão de trabalhadores, que lamenta que estes «sejam obrigados a permanecer nesta incerteza diariamente».

Sobre o autor

Jornal O Interior

Deixar uma resposta