Desporto

Sp. Covilhã foi à cadeia jogar com reclusos

Escrito por Luís Martins

O Sp. Covilhã foi jogar ao estabelecimento prisional da cidade na quinta-feira, onde defrontou uma equipa de futsal da prisão e ofereceu equipamentos aos reclusos.

A comitiva foi constituída pela equipa técnica, o presidente do clube e os jogadores Bruno Bolas, Agostinho Soares, Diogo Neto, João Cunha e Igor Araújo, «quem melhor joga futsal» no plantel da formação da IIª Liga, justificou o treinador Filó.

O objetivo desta iniciativa foi proporcionar «um dia fora da rotina» aos reclusos: «Queremos que sintam que a sociedade se preocupa com eles, que tenham uma rápida integração e retorno à vida normal, porque toda a gente tem momentos maus e nós viemos tentar proporcionar bons momentos», afirmou o técnico. Otília Simões, a diretora do Estabelecimento Prisional da Covilhã, agradeceu a presença da comitiva serrana pela «gratificação» que os reclusos sentem nestas ocasiões.

Sobre o autor

Luís Martins

Deixar uma resposta