Cultura

Orquestra Académica Filarmónica Portuguesa estreia na Guarda

Escrito por Jornal O Interior

A Orquestra Académica Filarmónica Portuguesa, sediada na Guarda, tem estreia marcada para a próxima quarta-feira no grande auditório (21h30) do TMG.
O projeto é dirigido pelo maestro Osvaldo Ferreira e tem como principal missão a formação dos jovens mais talentosos do país na sua atividade orquestral, mas também estimulá-los a desenvolver novos projetos e criações artísticas. Neste primeiro concerto serão interpretadas as obras “In Memoriam”, da compositora Ana Ataíde Magalhães; o Concerto para violoncelo de Edward Elgar e a Sinfonia n° 2 de Johannes Brahms. A orquestra vai atuar sob a direção do maestro Tobias Gossmann e terá como solista o violoncelista russo Pavel Gomziakov. A criação desta orquestra resulta de um protocolo entre o município da Guarda e a Orquestra Filarmónica Portuguesa, que prevê um apoio financeiro anual de 70 mil euros da autarquia e instalação da orquestra no TMG.
O acordo insere-se no quadro estratégico da candidatura da Guarda a Capital Europeia da Cultura 2027. Além deste concerto, os músicos vão participar em duas residências artísticas a realizar nas férias da Páscoa e no Verão, na Guarda, sob a direção do maestro Osvaldo Ferreira. Depois da cidade mais alta, a Orquestra vai atuar em Viseu, Porto, Lisboa e Salamanca (Espanha).

Sobre o autor

Jornal O Interior

Deixar uma resposta