Cultura

Benjamin Clementine, jazz e música contemporânea até julho

Escrito por Jornal O Interior

O concerto de Benjamin Clementine, a 6 de junho – já esgotado, o ciclo de música contemporânea Síntese em maio e o festival “Guarda in Jazz” em julho, são os principais destaques da programação do Teatro Municipal da Guarda (TMG) neste trimestre.
As atividades foram apresentadas na sexta-feira e entre elas estão as atuações de Diogo Piçarra (18 de maio), também esgotada, e da cantora norte-americana Julia Holter (28 de maio). No final deste mês haverá igualmente um concerto solidário por Moçambique. Já no mês seguinte será inaugurada a exposição “O que faz falta? é malhar na malta!”, de Luís Herberto, na galeria de arte e está agendado um concerto que juntará em palco os Mão Morta e a coreógrafa Inês Jacques.
O festival de jazz inclui oito concertos, com destaque para o saxofonista Carlos Martins, uma conferência de José Duarte, uma exposição, um bailado e a exibição de um filme. Para 29 de junho está prevista a inauguração do túnel de ligação entre os edifícios do TMG.
Já o XIIIº Síntese – Ciclo de Música Contemporânea da Guarda prossegue este sábado (21h30) com o concerto de Dimitri Bokolishvili, primeiro clarinete na orquestra alemã Mannheimer Philarmoniker e professor no Conservatório Estatal de Tiblisi (Geórgia). Do repertório constarão músicas para clarinete solo de compositores como Jörg Widmann, Ovanes Ambartsumian, Antonio Fraioli, Igor Stravinsky, Linia Tonia, Olivier Messiaen e Eduardo Luís Patriarca. No teatro destaque para a estreia da peça “Pedro”, do guardense Teatro do Calafrio entre 22 e 25 deste mês.
A Câmara da Guarda anunciou também que o túnel de ligação entre os edifícios do Teatro Municipal será inaugurado a 29 de junho, num projeto que permitirá melhorar a acessibilidade e o conforto do público ao complexo cultural construído há 14 anos.

Sobre o autor

Jornal O Interior

Deixar uma resposta