Cultura

30 anos de pintura de Carlos Adaixo assinalados na Tinturaria

Escrito por Sofia Craveiro

“O Tempo passa, a Arte fica” é o nome da mostra de pintura que assinala 30 anos de carreira do artista guardense, e que está agora patente na Galeria Tinturaria, na Covilhã, até dia 31 de março.

Obras mais antigas conjugadas com peças mais recentes estão reunidas nesta exposição, que permite compreender a evolução de técnicas e estilos nas duas fases da obra de Carlos Adaixo. Nas pinturas mais recentes, de maiores dimensões, saltam à vista as cores fortes, elaboradas entre linhas e formas geométricas.

Na cerimónia de inauguração, que decorreu esta tarde na Covilhã, Carlos Adaixo descreveu a mostra como uma consolidação «de memória, acervo e concretização» e deixou no ar a possibilidade de «explorar novas expressões», em obras que concretize no futuro. Apesar disso Carlos Adaixo descreve a cor como o elemento capaz de transmitir «emoção» e que lhe traz maior satisfação na elaboração dos seus quadros, que «quebram a sobriedade» da arquitetura onde se inserem.

As obras aqui reunidas já estiveram também expostas no Museu da Guarda e no castelo de Pinhel. 

Pintor autodidata, Carlos Adaixo, nasceu na Guarda em 1962 e já realizou, ao longo destes 30 anos de carreira, diversas exposições coletivas e individuais em várias localidades do país. Atualmente é professor de Filosofia e Psicologia no ensino secundário, escritor com três romances publicados e colaborador na imprensa regional.

A exposição tem entrada livre e pode ser visitada até ao término do próximo mês de março.

Sobre o autor

Sofia Craveiro

Deixar uma resposta