Arquivo

Bloco de esquerda vê o interior como potencialidade

Participantes no debate sobre o interior, realizado na Guarda, criticaram Governo pela falta de investimento na região

“Não desistimos de viver aqui” foi o mote para um debate sobre o interior, promovido pelo Bloco de Esquerda (BE) da Guarda no passado sábado. Entre os convidados esteve Catarina Martins, porta-voz do BE nacional, que fez duras críticas ao Governo, que acusou de falta de investimento nesta região do país, avisando que «basta de cortes», de forma a promover este lado do território português, agora designado de baixa densidade.

Para Catarina Martins, o interior tem potencialidades e é necessário «pensar do ponto de vista estratégico os setores que podem criar emprego e riqueza no país e apostar neles através de investimento». A porta-voz do BE falou ainda do Banco de Fomento, uma medida que considera importante, como um apoio a pequenas e médias empresas. No entanto acusa a sua administração de nada ter investido até agora e acrescenta que «era possível ter já o Fomento a funcionar, desde logo através da Caixa Geral de Depósitos, que é um banco público». O encontro aberto a toda a comunidade apontou diferenças entre o litoral e o interior de Portugal. Marco Loureiro, coordenadora distrital da Guarda, considerou a falta de povoamento do interior «um desperdício de recursos que aprofunda todas as desigualdades».

Por sua vez, Pedro Soares, da Comissão Permanente do Bloco de Esquerda, vê «um problema político e não de qualquer incapacidade geográfica intrínseca», recorrendo a números para se justificar: dos 278 municípios do continente, 164 estão em risco acentuado de despovoamento e de desertificação. O dirigente sugeriu por isso que, na próxima legislatura, se avance com regiões piloto, promovendo-se assim a regionalização. O ensino superior, a valorização do património e da educação e incentivos à agricultura familiar, foram algumas das questões que estiverem em debate e que os participantes consideram ser possíveis soluções para evitar o isolamento do interior.

Catarina Martins participou no encerramento do encontro sobre o interior

Sobre o autor

Deixar uma resposta