Em destaque Sociedade

PJ faz buscas a cinco autarquias da região por suspeitas de corrupção

Escrito por Sofia Craveiro

As Câmaras Municipais da Guarda, Almeida, Belmonte, Fundão e Pinhel estão, esta quarta-feira, a ser alvo de buscas da Polícia Judiciária, por suspeitas de corrupção. São, no total, 18 autarquias incluídas na megaoperação “Rota Final”.

Uma das Câmaras visadas é a da Guarda, por negócios realizados ainda durante a presidência de Álvaro Amaro, de acordo com o avançado pelo Diário de Notícias.

Esta operação decorre no âmbito de uma investigação que visa suspeitas de crimes de corrupção, participação económica em negócio, tráfico de influências, prevaricação e abuso de poder. Mais de 200 inspetores da PJ e peritos estão no terreno, a realizar buscas a câmaras municipais e também a empresas privadas.

Além das autarquias referidas, são também investigados os municípios de Águeda, Armamar, Barcelos, Braga, Cinfães, Lamego, Moimenta da Beira, Oleiros, Oliveira do Bairro, Oliveira do Hospital, Sertã, Soure, e Tarouca.

De acordo com comunicado da PJ os investigadores têm fortes indícios de que terão sido influenciadas «decisões a nível autárquico com favorecimento na celebração de contratos públicos de prestação de serviços de transporte», e também situações de favorecimento no recrutamento de funcionários.

Não há detidos, mas alguns dos autarcas vão ser constituídos arguidos.

Sobre o autor

Sofia Craveiro

Deixar uma resposta