Cultura Em destaque

Flamenco contemporâneo subiu ao palco do TMG

“A Nave de Teseo” juntou flamenco, música, dança e vídeo no TMG

O flamenco subiu ao palco do Teatro Municipal da Guarda (TMG) este sábado com o espetáculo “A Nave de Teseo”, da companhia Puerto Flamenco. O projeto apresentou uma síntese da expressão clássica da cultura do flamenco e do inovador numa procura contemporânea pela essência e autenticidade deste género de música e bailado tradicional.

Com uma sonoridade de raiz tradicional, a arte do flamenco foi apresentada com toda a sua intensidade genuína e enriquecida por novas sonoridades e uma dimensão e inovação em multimédia de vanguarda. Foi muito mais do que um espetáculo em que a tradição da arte flamenca se apresentou num “tablao” do grande auditório bem preenchido por um público rendido, foi um concerto onde a essência andaluza dançou sobre a imensidão do mar, sobre a contemporaneidade de uma linguagem corporal ancestral. Foi uma noite onde o património imaterial flamenco iluminou o palco da Guarda e recebeu o aplauso de um público menos acostumado mas entregue à fascinante e ancestral arte flamenca.

 

 

Sobre o autor

Luís Baptista-Martins

Deixar uma resposta