Jornal o interior   
Versão normal • Versão acessível  

Edição de 07-12-2017

Seccões

 

Consulte o Arquivo

 

Arquivo: Edição de 16-02-2017

SECÇÃO: Atualidade

ARS abre inquérito ao caso da morte de bebé no Hospital da Guarda

fotoA Administração Regional de Saúde (ARS) do Centro anunciou a instauração de um processo de inquérito ao caso da morte de um bebé, ontem, na Urgência do Hospital Sousa Martins, na Guarda.
Em comunicado, a ARS refere que «lamenta profundamente a situação ocorrida e garante que serão apuradas todas as responsabilidades e respetivas consequências resultantes
do processo de inquérito».
Esta manhã, em conferência de imprensa, a administração da Unidade Local de Saúde (ULS) confirmou que a mulher de 39 anos deu entrada às 9h30 naquele serviço, mas escusou-se a confirmar qualquer cenário, garantindo que «vai ser aberto um inquérito» com especialistas externos para apurar responsabilidades sobre o que aconteceu.
«Esta situação precisa de ser observada por alguém externo. Não posso estar a dizer algo que não está provado ainda», adiantou Carlos Rodrigues. O presidente do Conselho de Administração confirmou que a mulher foi registada às 9h34 com «perdas de sangue pouco significativas». «Foi realizada uma ecografia fetal que confirmou a morte do feto», acrescentou, referindo que a utente foi então encaminhada para o bloco operatório para lhe ser feita uma cesariana. Estaria uma equipa de obstetrícia no local, mas a mulher esperou uma hora e meia para ser atendida.
A mulher estava grávida de uma menina, depois de ter recorrido a sucessivos tratamentos para conseguir engravidar. Apesar de residir na Covilhã, a professora de Português escolheu a Unidade de Saúde Local da Guarda para ter o bebé, uma vez que a mãe é uma funcionária da instituição e o seu marido técnico do serviço de Radiologia. O corpo da criança foi transportado para o Instituto de Medicina Legal no Porto.





Topo

Símbolo de Acessibilidade à Web. [D]
Bobby WorldWide Approved AAA
Símbolo de conformidade nível A, Directivas de Acessibilidade ao conteúdo Web 1.0 do W3C-WAI

© - Powered by Ardina.com, um produto da Dom Digital.
Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.