Jornal o interior   
Versão normal • Versão acessível  

Edição de 17-08-2017

Seccões

 

Consulte o Arquivo

 

Arquivo: Edição de 16-02-2017

SECÇÃO: Atualidade

Deputados do PSD alertam Governo para falta de médicos na ULS Guarda

Através de uma pergunta dirigida ao ministro da Saúde, os deputados do PSD Miguel Santos, Luís Vales, Ângela Guerra e Carlos Peixoto, os dois últimos eleitos pelo círculo eleitoral da Guarda, alertaram o Governo para a falta de médicos na Unidade Local de Saúde (ULS) da Guarda, com reflexos no aumento da lista de espera para exames e a transferência de doentes para Viseu e Coimbra.

No requerimento enviado através da Assembleia da República os sociais-democratas questionam o Governo sobre que medidas pretende tomar para assegurar o reforço, naquela unidade, de médicos nas especialidades de gastrenterologia, cardiologia, ortopedia e radiologia.

Os deputados também perguntam «como pretende o Governo garantir que seja assegurado o rápido restabelecimento da normalidade na realização de colonoscopias e endoscopias» na ULS da Guarda.

No documento explicam que a ULS «perdeu recentemente dois médicos, encontrando-se o serviço de gastrenterologia atualmente a funcionar apenas com uma médica, para mais encontrando-se esta a trabalhar a tempo parcial, ou seja, 20 horas semanais».

«A primeira consequência deste facto é o aumento da lista de espera para a realização de colonoscopias e endoscopias, quer a doentes internados quer a utentes externos da referida ULS, com exames marcados já até ao final de 2017 e, muitos deles, entretanto, mesmo desmarcados», denunciam.

Segundo os deputados sociais-democratas, outra consequência da falta de médicos reflete-se na urgência médico-cirúrgica da ULS, «que passou a ter de transferir os doentes para os hospitais de Viseu e de Coimbra, tendo ainda de recorrer a entidades privadas». A situação «prejudica gravemente a prestação de cuidados de saúde especializados aos cidadãos», alertam. Explicam ainda que aquela unidade «regista um grave défice de médicos em diversas especialidades, de que são exemplo a cardiologia, a ortopedia e a radiologia».

Os deputados do PSD também apontam que, desde dezembro de 2016, se verifica uma "grave" infiltração de água nas instalações da ULS da Guarda, «situação que pode comportar riscos de segurança para os utilizadores, além de um evidente desconforto, especialmente para os doentes internados no serviço de ortopedia».





Topo

Símbolo de Acessibilidade à Web. [D]
Bobby WorldWide Approved AAA
Símbolo de conformidade nível A, Directivas de Acessibilidade ao conteúdo Web 1.0 do W3C-WAI

© - Powered by Ardina.com, um produto da Dom Digital.
Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.