Última Hora | RSS RSS | Arquivo | Ficha Técnica | Classificados | Inquéritos | Fórum | Futebol | Tempo | Farmácias | Publicidade | Newsletter | Pesquisa Avançada | Contactos | Área de Assinantes
Edição de 20-09-2018
Pesquisa:

Arquivo: Edição de 13-09-2018

Secção: Sociedade

Universidade tem 140 vagas para a segunda fase de acesso ao ensino superior, que arrancou na segunda-feira
UBI com mais de 1.100 novos alunos pelo quarto ano consecutivo
Tempo de leitura: 2 m
Bookmark and Share
Aumentar Tipo de LetraDiminuir Tipo de Letra

UBI preencheu 18 dos seus 30 cursos na primeira fase de acesso
UBI preencheu 18 dos seus 30 cursos na primeira fase de acesso  Clique na imagem para a aumentar.
Pelo quarto ano consecutivo, a Universidade da Beira Interior (UBI) voltou a registar mais de 1.100 novos alunos na primeira fase de acesso ao ensino superior, tendo ficado por ocupar 131 das 1.307 vagas atribuídas.

«São 1.176 os alunos colocados este ano. Este número corresponde à ocupação de 90 por cento das vagas iniciais, uma taxa que mantém a UBI num grupo quase exclusivamente constituído por instituições de ensino superior do litoral e num ano em que abriu mais 62 vagas», aponta a universidade. Em nota de imprensa, a instituição sediada na Covilhã acrescenta que perdeu dez alunos relativamente ao ano passado, mas também ressalva que esse foi o ano em que houve mais candidatos a nível nacional desde 2010 para concluir que, «comparado com 2016, ano em que o número de candidatos foi análogo ao deste ano, a UBI coloca mais 108 alunos». Também as colocações em primeira opção aumentou, o que se deverá traduzir igualmente «em mais de matrículas efetivas», admite a universidade, que destaca igualmente que tem «2,67 por cento dos estudantes colocados» a nível nacional para «2,58 por cento da oferta total» de vagas.

Os lugares de 18 dos 30 cursos ficaram totalmente preenchidos e apenas Engenharia Civil voltou a não registar qualquer candidato. As vagas sobrantes repartem-se por Optometria (26), Biotecnologia (1), Engenharia Eletromecânica (12), Engenharia Eletrotécnica e de Computadores (14), Marketing (2), Química Industrial (7), Arquitetura (19), Bioengenharia (4), Estudos Portugueses e Espanhóis (10) e Informática Web (16). Já a nova licenciatura de Engenharia e Gestão Industrial, com 22 vagas iniciais, atraiu 18 estudantes. Em termos de médias, a mais alta verificou-se em Medicina com 17,4 valores, tendo sido ocupadas as 140 vagas abertas, seguida de Engenharia Aeronáutica (16,2) e de Ciência Política e Relações Internacionais (149,5), que também já não têm lugares para a segunda fase. Pelo contrário, a nota mais baixa do último aluno colocado registou-se em Ciências da Cultura, com 10,6 valores.

A segunda fase de acesso ao ensino superior arrancou na segunda-feira e a UBI disponibiliza 140 vagas.

foto
 Clique na imagem para a aumentar.


Votar:
Resultado:
40 Votos
Imprimir Artigo
Enviar por Email
Comentário Privado
Comentário Publico
Adicionar Favoritos

Diga o que pensa sobre este artigo. O seu comentário será publicado online após aprovação da redacção.

Comentários Nome
Email
Código de VerificaçãoInsira os algarismos da figura
Anónimo
MEO Kanal 401262
© 2009 O Interior | Rua da Corredoura, 80 - R/C Direito C - 6300 Guarda | Telefone geral: 271 212 153 - Publicidade: 271 227 349 - fax: 271 223 222
Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital. Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.