Última Hora | RSS RSS | Arquivo | Ficha Técnica | Classificados | Inquéritos | Fórum | Futebol | Tempo | Farmácias | Publicidade | Newsletter | Pesquisa Avançada | Contactos | Área de Assinantes
Edição de 20-09-2018
Pesquisa:

Arquivo: Edição de 10-05-2018

Secção: Espaço Público

A propósito do impasse na Junta do Marmeleiro*
Tempo de leitura: 2 m
 
Bookmark and Share
Aumentar Tipo de LetraDiminuir Tipo de Letra

Ao abrigo do previsto pela Lei de Imprensa (Lei n.º 2/99 de 13 de Janeiro), Edite Barbeira vem exercer o seu legítimo direito de resposta e retificação à publicação de 3 de maio de 2018, do jornal O INTERIOR, com o título “Impasse mantém-se na Junta de Marmeleiro”, em que constam afirmações atribuídas ao senhor presidente da Junta Freguesia do Marmeleiro, David Barbeira, nos seguintes termos:

1- (…) O Senhor Presidente da Junta Freguesia do Marmeleiro julga-se dono da Junta Freguesia do Marmeleiro e, como tal, afirma que não cede à oposição, que tem a maioria dos mandatos, mais do que um lugar no executivo;

2- A oposição, que é uma oposição democraticamente eleita, tendo uma maioria de 4 mandatos contra 3, por vontade expressa do povo do Marmeleiro, a quem foi dada voz no dia 1 Outubro 2017, entende que o executivo deve ser composto por 3 membros, representativos das três forças políticas com membros eleitos na Assembleia de Freguesia;

3- Ora, esse não é o entendimento do senhor David Barbeira e perante a sua intransigência a maioria dos eleitos não aceita formar o executivo;

4- Para além da intransigência, acresce que há conhecimento de várias ilegalidades já cometidas;

5- Na formação dos órgãos autárquicos não está em causa dar corpo a uma qualquer geringonça, mas sim a intenção de promover uma união de forças com ideias e pessoas que querem trabalhar no sentido da evolução da Freguesia do Marmeleiro e das suas gentes;

6- Como até ao momento não foi possível formar executivo, não pode haver qualquer aprovação de contas ou outras, as quais também nunca foram apresentadas pelo Senhor Presidente da Junta Freguesia do Marmeleiro, o Senhor David Barbeira, aos eleitos pelas outras forças políticas;

7- Para finalizar salienta-se ainda que com a convocatória está legalmente previsto a obrigatoriedade de envio de toda documentação, nomeadamente as contas, para estudo, análise e votação em sede de Assembleia de Freguesia, o que não aconteceu;

8- Por isso, os convocados não tiveram conhecimento de quaisquer balanços, relatórios ou contas da Freguesia do Marmeleiro.

* Título da responsabilidade da redação

Edite Barbeira e Joaquim Alves


Votar:
Resultado:
35 Votos
Imprimir Artigo
Enviar por Email
Comentário Privado
Comentário Publico
Adicionar Favoritos

Diga o que pensa sobre este artigo. O seu comentário será publicado online após aprovação da redacção.

Comentários Nome
Email
Código de VerificaçãoInsira os algarismos da figura
Anónimo
MEO Kanal 401262
© 2009 O Interior | Rua da Corredoura, 80 - R/C Direito C - 6300 Guarda | Telefone geral: 271 212 153 - Publicidade: 271 227 349 - fax: 271 223 222
Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital. Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.