Última Hora | RSS RSS | Arquivo | Ficha Técnica | Classificados | Inquéritos | Fórum | Futebol | Tempo | Farmácias | Publicidade | Newsletter | Pesquisa Avançada | Contactos | Área de Assinantes
Edição de 13-09-2018
Pesquisa:

Arquivo: Edição de 12-04-2018

Secção: Em Foco

Fornos de Algodres é o município mais transparente da região
Tempo de leitura: 2 m
 
Bookmark and Share
Aumentar Tipo de LetraDiminuir Tipo de Letra

Fornos de Algodres é o município da Beira Interior melhor classificado no Índice de Transparência Municipal de 2017, cujos resultados foram hoje anunciados pela Transparência e Integridade - Associação Cívica (TIAC). O município ocupa a 31ª posição e destaca-se ainda por ser o que mais subiu no ‘ranking’ em relação a 2016, que segundo os dados divulgados esta quarta-feira subiu 274 lugares, num índice liderado por Alfândega da Fé e de Vila do Bispo, ambos empatados no primeiro lugar.

Bem perto está também o município do Sabugal, na 39ª posição, subindo 49 lugares relativamente em 2016. Ainda no top 100 está o Fundão, na 81ª posição, tendo piorado em comparação a 2016, quando ocupava a 30ª posição. Aguiar da Beira é o município que se segue 127º lugar, com um pior resultado que no ano anterior, caiu 12 posições.

A Covilhã melhorou 40 lugares e em 2017 ocupa o 162º lugar, atrás está a Guarda, no 175º lugar, melhorando 77 lugares, em 2016 aparecia na 252ª posição. Trancoso surge no 199º lugar, melhorou 55º lugares. Seguem-se Gouveia (221º), Seia (234º) e Vila Nova de Foz Côa, todos eles com pior classificação que em 2016. A Mêda surge na 275ª posição e logo a seguir está Pinhel (277º), caiu 52 lugares em 2017, Celorico da Beira (278º), também com uma queda de 4 lugares e Manteigas (279), pirou 44 lugares.

Já no fim da tabela de um total de 308 municípios estão Belmonte (295º), piorou dois lugares, Almeida (302º) que caiu da 223ª posição que ocupou em 2016. O pior classificado da região é Figueira de Castelo Rodrigo, na 304ª posição, piorando 13 lugares quando comparado a 2016.

O Índice de Transparência Municipal (ITM) baseia-se, desde 2013, no levantamento da informação de interesse público disponível nos ‘sites’ dos 308 municípios, segundo 76 indicadores, agrupados em áreas, e não representa um índice de corrupção, nem significa sucesso eleitoral ou satisfação do eleitorado. A média dos 308 municípios portugueses está nos 51 pontos, «uma descida ligeira face aos 52 pontos atingidos na edição de 2016», informou a associação.


Votar:
Resultado:
51 Votos
Imprimir Artigo
Enviar por Email
Comentário Privado
Comentário Publico
Adicionar Favoritos

Diga o que pensa sobre este artigo. O seu comentário será publicado online após aprovação da redacção.

Comentários Nome
Email
Código de VerificaçãoInsira os algarismos da figura
Anónimo
MEO Kanal 401262
© 2009 O Interior | Rua da Corredoura, 80 - R/C Direito C - 6300 Guarda | Telefone geral: 271 212 153 - Publicidade: 271 227 349 - fax: 271 223 222
Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital. Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.