Última Hora | RSS RSS | Arquivo | Ficha Técnica | Classificados | Inquéritos | Fórum | Futebol | Tempo | Farmácias | Publicidade | Newsletter | Pesquisa Avançada | Contactos | Área de Assinantes
Edição de 21-06-2018
Pesquisa:

Arquivo: Edição de 08-03-2018

Secção: Opinião

Bilhete Postal
Penacano
Tempo de leitura: 2 m
Bookmark and Share
Aumentar Tipo de LetraDiminuir Tipo de Letra

Penacano é “água del cano” engarrafada em plásticos do Luso ou de Penacova. Serve-se bem com o pão da véspera e a broa rija. A refeição fora de prazo é um ato rebelde e a luta por reutilizar as garrafas de plástico com água de cidade é uma prática altamente revolucionária. Não comprar água industrializada é uma luta que agradaria aos primeiros revolucionários. Contra as empresas que mandam na água. Mas não vimos a esse propósito.

A água da torneira vem com a ciência da saúde pública e acarreta benefícios inegáveis para a população. Não brota de fontanários, nem jorra de aquíferos talvez tratados ou mal avaliados. Se mandar os seus filhos à fonte pode estar a “manda-los à merda” porque há por aí fontes onde a infestação da água por pocilgas e outros produtores é altamente provável. Se beber “água del cano” está no domínio da entrega doseada de cálcio, de flúor, de iodo, carregando produtos que melhoram as nossas vidas e nos protegem de doenças. O uso de água canalizada acabou com o bócio endémico, reduziu a números ínfimos a cárie dentária das crianças, melhorou a entrada de cálcio nas populações. Com uma garrafinha de Penacano ou Lusocano está a oferecer radioso futuro aos seus meninos. Não vou com isto dizer mal das águas de Luso e Penacova até porque essas duas terras lindas têm uma água maravilhosa – sem sabor, sem cheiro e sem cor – água, portanto. Instigaria até que visitassem mais estas zonas onde há espaços verdes lindos, que lá pernoitassem e usufruíssem da oferta hoteleira e de restauração. Sobre água tenho de aqui esclarecer que é melhor a água do lavatório que muita água que graça solta por aí. As fábricas e empresas que produzem milhões de garrafas de água claro que são vistoriadas e fiscalizam seu produto. É um produto de qualidade e por vezes mais caro que a gasolina. Fundamental é perceber que a ciência da saúde pública se concentrou nesta dádiva dos Estados às populações que é a torneira a deitar maravilhas. Não abusem da sorte e não se esqueçam de a poupar.

Por: Diogo Cabrita


Votar:
Resultado:
56 Votos
Imprimir Artigo
Enviar por Email
Comentário Privado
Comentário Publico
Adicionar Favoritos

Diga o que pensa sobre este artigo. O seu comentário será publicado online após aprovação da redacção.

Comentários Nome
Email
Código de VerificaçãoInsira os algarismos da figura
Anónimo
MEO Kanal 401262
© 2009 O Interior | Rua da Corredoura, 80 - R/C Direito C - 6300 Guarda | Telefone geral: 271 212 153 - Publicidade: 271 227 349 - fax: 271 223 222
Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital. Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.