Última Hora | RSS RSS | Arquivo | Ficha Técnica | Classificados | Inquéritos | Fórum | Futebol | Tempo | Farmácias | Publicidade | Newsletter | Pesquisa Avançada | Contactos | Área de Assinantes
Edição de 15-02-2018
Pesquisa:

Arquivo: Edição de 08-02-2018

Secção: Sociedade

Com uma média de 11,31 valores, a Escola Básica e Secundária de Aguiar da Beira conseguiu o melhor resultado no distrito e ocupa a posição 95 no ranking nacional
Melhor escola do distrito da Guarda está em Aguiar da Beira
Por: Sara Guterres
Tempo de leitura: 4 m
Bookmark and Share
Aumentar Tipo de LetraDiminuir Tipo de Letra

Na cidade mais alta, a melhor foi a Afonso de Albuquerque , que a nível distrital foi ultrapassada pela escola aguiarense e pela EB nº 2 de Manteigas
Na cidade mais alta, a melhor foi a Afonso de Albuquerque , que a nível distrital foi ultrapassada pela escola aguiarense e pela EB nº 2 de Manteigas  Clique na imagem para a aumentar.
Os resultados obtidos pelos alunos nos exames nacionais serviram de base para construir o ranking das escolas no ano letivo 2017, divulgado no fim-de-semana passado. No distrito da Guarda houve algumas mudanças no top 10 do secundário, que agora é liderado pela Escola Básica e Secundária de Aguiar da Beira – em 2016 tinha sido a Secundária de Pinhel.Tendo como fonte o ranking elaborado pelo jornal “Público”, em parceria com a Católica Porto Business School, em 2016 a escola aguiarense ocupava o 246º lugar e no ano passado ascendeu ao 95º do ranking geral (uma subida de 151 lugares) com uma média de 11,31 valores. De Português a Matemática, passando por Filosofia e Biologia, os alunos daquele estabelecimento de ensino conseguiram a melhor média no exame nacional de Geografia (13,23 valores) e a pior, inferior a dez valores, foi a Física e Química (9,76 valores). Na segunda posição a nível distrital, com uma média de 11,14 valores, está a Escola Básica nº 2 de Manteigas, que passou do 165º lugar para a 129ª posição. Já a Escola Secundária Afonso de Albuquerque, na Guarda, desceu do segundo lugar de 2016 para o terceiro, com uma média de 10,97 valores, tendo “caído” 20 lugares no ranking geral (de 137ª para 157ª). Por sua vez, a Secundária de Gouveia (que desceu 125 posições em relação a 2016) destaca-se pelos piores motivos, ocupando o lugar 486 a nível nacional – num total de 626 escolas – e é a pior do distrito, com uma média de 9,34 valores.

Com a mesma média está a Secundária de Seia, que ocupa o penúltimo lugar do ranking distrital e a 485ª posição no nacional. Olhando para a Beira Interior, a liderança passa a pertencer à Secundária Quinta das Palmeiras, na Covilhã, 76ª a nível nacional, com uma média de 11,56 (uma diferença de apenas 0,25 valores em relação à primeira escola do distrito da Guarda). A escola covilhanense conseguiu destronar a Secundária Nuno Álvares Cabral (Castelo Branco), que no ano 2016 ocupava o 52º lugar do ranking geral. Passou do primeiro lugar para o quarto, a nível distrital, e é antecedida pela Escola Secundária do Fundão (100ª posição) e pela Escola Secundária da Sertã (103ª).

Já nos exames de 9º ano, a melhor escola do distrito da Guarda foi a Escola Básica e Secundária de Fornos de Algodres, com uma média de 3,38 valores, que é 124ª no ranking geral – uma subida de 333 lugares em relação a 2016. Segue-se, com a mesma média, a Secundária Afonso de Albuquerque, na Guarda, que conquistou o 127º lugar a nível nacional. A fechar o top 3 das melhores escolas do distrito guardense está a Escola Básica e Secundária de Manteigas, que registou uma subida na média geral de 0,32 valores (passou de 2,85 valores para 3,17) e ocupa a posição 233 no ranking nacional. No extremo oposto está a Escola Básica e Secundária da Mêda, 875ª a nível nacional (de um total de 1.209 escolas avaliadas), com uma média de 2,58 valores. Neste ciclo do ensino básico a liderança da Beira Interior pertence à Escola Secundária Quinta das Palmeiras, na Covilhã, que conquistou a posição 83 no ranking geral com uma média de 3,54 valores. No segundo e terceiro lugar ficaram a Escola Básica nº2 do Teixoso e a Escola Básica Serra da Gardunha (Fundão), respetivamente, com uma média de 3,31 valores e 3,22.

Ministro da Educação «não é adepto» do ranking das escolas

O ministro da Educação, Tiago Brandão Rodrigues, reafirmou que «não é adepto» das listas de escolas por considerar que as realidades do ensino público e privado não podem ser comparadas.

«Eu disse há um ano que não era adepto destas listas seriadas e continuo a manter a minha opinião porque sei que o bom trabalho que se faz nas escolas vai muito além dos ranking», afirmou o governante, alertando que as «escolas públicas são muito mais do que as notas dos exames» de fecho de ciclo. «São os exames, mas também todo o trabalho que se faz, todos os dias, em contextos socioculturais e económicos tão diferentes e que precisamos todos de valorizar», defendeu Tiago Brandão Rodrigues.


Votar:
Resultado:
47 Votos
Imprimir Artigo
Enviar por Email
Comentário Privado
Comentário Publico
Adicionar Favoritos

Diga o que pensa sobre este artigo. O seu comentário será publicado online após aprovação da redacção.

Comentários Nome
Email
Código de VerificaçãoInsira os algarismos da figura
Anónimo
MEO Kanal 401262
© 2009 O Interior | Rua da Corredoura, 80 - R/C Direito C - 6300 Guarda | Telefone geral: 271 212 153 - Publicidade: 271 227 349 - fax: 271 223 222
Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital. Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.