Última Hora | RSS RSS | Arquivo | Ficha Técnica | Classificados | Inquéritos | Fórum | Futebol | Tempo | Farmácias | Publicidade | Newsletter | Pesquisa Avançada | Contactos | Área de Assinantes
Edição de 18-01-2018
Pesquisa:

Arquivo: Edição de 11-01-2018

Secção: Desporto

Serranos começaram o ano novo da melhor forma com uma vitória no difícil reduto do Penafiel, sexto classificado da IIª Liga
Igor Rodrigues garante vitória do Sp. Covilhã em Penafiel
Tempo de leitura: 2 m
Bookmark and Share
Aumentar Tipo de LetraDiminuir Tipo de Letra

Igor Rodrigues esteve em grande na tarde de domingo
Igor Rodrigues esteve em grande na tarde de domingo  Clique na imagem para a aumentar.
O Sp. Covilhã entrou em 2018 com uma vitória importante no reduto do Penafiel. No domingo, em jogo da 19ª jornada da IIª Liga, os comandados de José Augusto venceram a formação nortenha por 1-0 num jogo em que Igor Rodrigues foi determinante.

Os locais sentiram dificuldades iniciais para furar o bem organizado esquema defensivo do Covilhã, que apostou no contra-ataque, numa primeira parte equilibrada em que o primeiro remate digno desse nome do Penafiel surgiu, de livre, aos 39’ minutos, por Gleison. Nessa altura já os serranos venciam graças ao golo de Fatai aos 7’, que aproveitou um mau alívio da defesa local para ludibriar o guarda-redes Ivo Gonçalves e abrir o marcador. Não se registaram mais jogadas de interesse até ao intervalo e no segundo tempo os penafidelenses surgiram em campo com o objetivo de marcar e de ganhar, mas encontraram pela frente um “grande” Igor Rodrigues. E também um Covilhã com as linhas baixas e próximas, muita solidariedade e algum antijogo para travar a pressão dos penafidelenses.

Nesta fase foi Gleison que se destacou nos locais. Aos 55’, o avançado atirou em jeito de fora da área para enorme defesa do guardião visitante, a primeira de várias até aos 61’, coincidindo com o melhor período do Penafiel. Os covilhanenses não conseguiam passar do meio campo e a sua fortaleza defensiva ameaçava ruir a qualquer momento, mas o ferro, em cabeceamento de Fábio Fortes, e o inevitável Igor Rodrigues, a negar sobre a linha de golo uma nova tentativa do avançado, conseguiram travar os locais, que, com o passar dos minutos, foram perdendo intensidade. Altura para o Covilhã explorar o contra-ataque com Reinildo e Fatai, que podia ter sentenciado a partida aos 80’, mas, isolado na direita, o avançado rematou ao lado. O Penafiel também podia ter empatado já nos descontos, mas Fábio Abreu desperdiçou a oportunidade.

Ao cair do pano os serranos reclamaram penálti quando o recém-entrado Raul Almeida caiu na área do Penafiel, parecendo derrubado por Ivo Gonçalves, num lance não sancionado pelo árbitro.


Votar:
Resultado:
50 Votos
Imprimir Artigo
Enviar por Email
Comentário Privado
Comentário Publico
Adicionar Favoritos

Diga o que pensa sobre este artigo. O seu comentário será publicado online após aprovação da redacção.

Comentários Nome
Email
Código de VerificaçãoInsira os algarismos da figura
Anónimo
MEO Kanal 401262
© 2009 O Interior | Rua da Corredoura, 80 - R/C Direito C - 6300 Guarda | Telefone geral: 271 212 153 - Publicidade: 271 227 349 - fax: 271 223 222
Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital. Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.