Última Hora | RSS RSS | Arquivo | Ficha Técnica | Classificados | Inquéritos | Fórum | Futebol | Tempo | Farmácias | Publicidade | Newsletter | Pesquisa Avançada | Contactos | Área de Assinantes
Edição de 12-10-2017
Pesquisa:

Arquivo: Edição de 05-10-2017

Secção: Opinião

Bilhete Postal
Se o tubarão mordesse a bochecha?
Tempo de leitura: 1 m
Bookmark and Share
Aumentar Tipo de LetraDiminuir Tipo de Letra

O tubarão não vai ao dentista, não trata cáries, não aparece com dores de dentes em nenhum documentário, não tem dentinhos escuros ou sujos, não lava os dentes, não usa aparelho e eles nascem direitos. A mordida canina do tubarão é perfeita e a força da mandibula é eficaz. Admira-me que ninguém tenha feito o doutoramento comprovando que alimentação de tubarão evita a cárie e protege do tártaro. Mas se o tubarão mordesse a bochecha e pingasse no mar lá vinha outro para o comer. Assim sabemos que eles não dão dentadinhas no lábio, não atrapalham a mordida. O tubarão agarra o destino com aquela mandíbula mal arrumada mas sempre igual e afilada. Também não tenho registo de que fale ou de que morda a língua. Não sabendo muito disso, como há línguas de bacalhau também haverá de tubarão e parece que ele a evita o que será coisa de ensinar a muitos de nós. Mordermo-nos é um horror. Porque damos dentada no lábio ou na bochecha? Também há as dentadinhas de amor. Mas o tubarão não pode afagar a mulher, não pode tentar um beijo.

Por: Diogo Cabrita


Votar:
Resultado:
45 Votos
Imprimir Artigo
Enviar por Email
Comentário Privado
Comentário Publico
Adicionar Favoritos

Diga o que pensa sobre este artigo. O seu comentário será publicado online após aprovação da redacção.

Comentários Nome
Email
Código de VerificaçãoInsira os algarismos da figura
Anónimo
MEO Kanal 401262
© 2009 O Interior | Rua da Corredoura, 80 - R/C Direito C - 6300 Guarda | Telefone geral: 271 212 153 - Publicidade: 271 227 349 - fax: 271 223 222
Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital. Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.