Última Hora | RSS RSS | Arquivo | Ficha Técnica | Classificados | Inquéritos | Fórum | Futebol | Tempo | Farmácias | Publicidade | Newsletter | Pesquisa Avançada | Contactos | Área de Assinantes
Edição de 16-11-2017
Pesquisa:

Arquivo: Edição de 07-09-2017

Secção: Cultura

As “Festas das Luzes” incluem simpósios, seminários, residências com artistas emergentes, exposições, performances e sessões de cinema no Feital e Fundão
Luzlinar celebra equinócio de setembro com arte
Tempo de leitura: 2 m
Bookmark and Share
Aumentar Tipo de LetraDiminuir Tipo de Letra

O Jardim das Pedras, na Serra do Feital, será o palco de grande parte das atividades programadas
O Jardim das Pedras, na Serra do Feital, será o palco de grande parte das atividades programadas  Clique na imagem para a aumentar.
A Luzlinar organiza este mês as “Festas Solares”, uma atividade cultural que vai decorrer no Feital (Trancoso) e Fundão.

Estão programados simpósios, seminários, residências com artistas emergentes, sete exposições, performances de dança, artes visuais, música, artes plásticas, literatura e poesia e cinco sessões de cinema. Segundo os organizadores, as “Festas Solares” pretendem evocar as celebrações da antiguidade, quando os solstícios e os equinócios assinalavam as mudanças das estações dos povos antigos de cultura agrícola e pastoril. «No nosso caso o ano começa com equinócio de setembro», refere a Luzlinar em comunicado. O evento começou com a inauguração do Campus Jardim das Pedras, na Serra do Feital, que é o palco, até dia 17, do simpósio de arte coordenado pela coreógrafa Vera Mantero. Participam os criadores e intérpretes Ana Rita Teodoro, Carlos Oliveira, Daniel Pizamiglio, Inês Cartaxo, João dos Santos Martins e Tiago Barbosa. Na segunda semana haverá uma oficina para 10 participantes selecionados previamente, que será também a primeira fase de audição para a escolha de intérpretes para a nova criação de Vera Mantero a estrear no próximo ano no Festival Alkantara, em Lisboa. No seu conjunto, este simpósio, que reúne dois grupos diferentes de profissionais, pretende promover a reflexão coletiva sobre processos da dança contemporânea.

A partir do dia 18 e até 24 de setembro, realizam-se residências artísticas no mesmo local com Paula Sánchez, Raquel Diaz, Brigite Oleiro e Nuno Oliveira, quatro jovens artistas emergentes cujos trabalhos vão dar origem a uma exposição. As “Festas Solares” prosseguem nos dias 20 e 23 com vários seminários sobre as políticas culturais, as práticas artísticas e novos projetos. Estes encontros contarão com a participação de investigadores de universidades e instituições de todo o país, bem como de Salamanca. A Luzlinar agendou ainda vinte atividades complementares, como a instalação “Ilha dos Amores”, de Nuno Manuel Pereira, que será inaugurada hoje no Museu Arqueologia do Fundão. Uma exposição tributo à escultora Maria Lino, fundadora da Luzlinar e que acontece no âmbito do projeto de estudo e catalogação da sua obra; uma mostra retrospetiva dos 20 anos do Simpósio Internacional de Arte do Feital, organizada por Pedro Januário e Flávio Delgado; e performances de Vera Mantero, Rogério Peixinho, Llama Virgem, Mariana Fernandes, Nuno Manuel Pereira e o escritor Manuel da Silva Ramos, entre outros, completam o programa das “Festas Solares”.


Votar:
Resultado:
41 Votos
Imprimir Artigo
Enviar por Email
Comentário Privado
Comentário Publico
Adicionar Favoritos

Diga o que pensa sobre este artigo. O seu comentário será publicado online após aprovação da redacção.

Comentários Nome
Email
Código de VerificaçãoInsira os algarismos da figura
Anónimo
MEO Kanal 401262
© 2009 O Interior | Rua da Corredoura, 80 - R/C Direito C - 6300 Guarda | Telefone geral: 271 212 153 - Publicidade: 271 227 349 - fax: 271 223 222
Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital. Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.