Última Hora | RSS RSS | Arquivo | Ficha Técnica | Classificados | Inquéritos | Fórum | Futebol | Tempo | Farmácias | Publicidade | Newsletter | Pesquisa Avançada | Contactos | Área de Assinantes
Edição de 22-06-2017
Pesquisa:

Arquivo: Edição de 18-05-2017

Secção: Em Foco

DECOBE junta autarquias de Belmonte, Covilhã, Fundão e Penamacor e as respetivas associações empresariais para fomentar a competitividade e o desenvolvimento regional
Cova da Beira vai ter Diretório Económico
Por: Ana Eugénia Inácio
Tempo de leitura: 2 m
Bookmark and Share
Aumentar Tipo de LetraDiminuir Tipo de Letra

Autarcas e associações comerciais assinaram o protocolo no passado dia 9
Autarcas e associações comerciais assinaram o protocolo no passado dia 9  Clique na imagem para a aumentar.
A criação de um Diretório Económico da Cova da Beira (DECOBE) é o primeiro objetivo da parceria estabelecida entre os municípios da Covilhã, Belmonte, Penamacor e Fundão e as respetivas associações empresariais e comerciais. O protocolo foi assinado no passado dia 9, na Câmara de Belmonte.

Segundo os promotores, o DECOBE vai permitir recolher informação sobre as empresas da região e instituições dos concelhos envolvidos, bem como de outros recursos disponíveis. A caracterização de dados e outros indicadores específicos, assim como a sua apresentação, também ficará a carga deste diretório. De uma forma geral, o protocolo tem como objetivo «identificar e caracterizar detalhadamente» a atividade económica da região de modo a prosseguir medidas de incentivo ao desenvolvimento sustentado da economia local, direcionadas «ao aumento da competitividade do tecido empresarial regional, à melhoria do seu perfil de especialização e à criação de valor acrescentado na economia regional». Num futuro próximo, esta parceria vai assumir o compromisso de trabalhar no apoio ao investimento, à internacionalização, à gestão de candidaturas a apoios regionais, à colaboração na divulgação e cobrança de obrigações com os municípios, à gestão de parques industriais, à gestão de centros urbanos e à organização de eventos, mostras e feiras.

«Podemos começar a fazer história na Cova da Beira», declarou o presidente belmontense, António Dias Rocha, um sentimento partilhado pelo vice-presidente da Câmara do Fundão. Para Miguel Gavinhos, o 9 de maio foi «um dia histórico porque estamos a iniciar uma cooperação em prol do desenvolvimento da região». Por sua vez, Vítor Pereira, edil da Covilhã, considerou que este acordo «vai procurar criar o cimento que nos vai unir no futuro», uma postura «bem diferente da verificada antigamente, que era a de dividir para reinar, quando a Cova da Beira tem muita homogeneidade e um potencial incomensurável em várias áreas da atividade económica». Já Carlos São Martinho Gomes, presidente da direção da Associação Comercial e Industrial do Concelho do Fundão, sublinhou que este protocolo é «uma prova que contraria algum individualismo que pode, aqui ou acolá, estar a caracterizar o mundo autárquico».

Finalmente, Miguel Bernardo, da Associação Empresarial da Covilhã, Belmonte e Penamacor, destacou o facto deste projeto juntar autarquias e associações empresariais, lembrando que «é muito importante conseguir que outras estruturas incorporem este Diretório».


Votar:
Resultado:
40 Votos
Imprimir Artigo
Enviar por Email
Comentário Privado
Comentário Publico
Adicionar Favoritos

Diga o que pensa sobre este artigo. O seu comentário será publicado online após aprovação da redacção.

Comentários Nome
Email
Código de VerificaçãoInsira os algarismos da figura
Anónimo
MEO Kanal 401262
© 2009 O Interior | Rua da Corredoura, 80 - R/C Direito C - 6300 Guarda | Telefone geral: 271 212 153 - Publicidade: 271 227 349 - fax: 271 223 222
Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital. Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.