Última Hora | RSS RSS | Arquivo | Ficha Técnica | Classificados | Inquéritos | Fórum | Futebol | Tempo | Farmácias | Publicidade | Newsletter | Pesquisa Avançada | Contactos | Área de Assinantes
Edição de 21-09-2017
Pesquisa:

Arquivo: Edição de 27-04-2017

Secção: Região

Património
Nova administração da Côa Parque empossada brevemente
Tempo de leitura: 2 m
Bookmark and Share
Aumentar Tipo de LetraDiminuir Tipo de Letra

foto
 Clique na imagem para a aumentar.
O ministro da Cultura anunciou que a nova administração da Fundação do Côa deverá tomar posse até ao final do mês.

Durante a cerimónia de entrega do Prémio de Arquitetura do Douro, no passado dia 18, Luís Filipe Castro Mendes recordou a decisão do Governo de «fazer reviver a Fundação do Côa», criada em 2011 para gerir o Parque Arqueológico do Vale do Côa e o Museu do Côa. A nova administração assumirá funções dentro de «uma, duas semanas», sendo «apenas uma questão de todos os parceiros indicarem os seus representantes», acrescentou o governante. «A Cultura já indicou o seu. Tornaremos públicos os nomes logo que todos indiquem e, a partir dai, será mãos à obra», declarou o ministro. Para Luís Filipe Castro Mendes «o Côa merece ser trabalhado cientificamente, daí o envolvimento do Ministério do Ensino Superior e da Ciência e das universidades, o Côa merece ser preservado, daí o apoio da Cultura e do Património, o Côa merece ser mostrado aos visitantes, daí o empenhamento do Turismo de Portugal».

Segundo o titular da pasta da Cultura, «o Côa será também objeto de mais visitas escolares, de mais percursos de estudo e também de mais percursos turísticos» e haverá um reforço da «necessária cooperação internacional científica», que já existe com Espanha. Quanto ao financiamento da fundação, o governante admitiu que «nunca se pode dizer que o problema está resolvido», mas considerou que foi «francamente melhorado, quer na resolução do Conselho de Ministros, que aprovámos no ano passado, quer no decreto de lei». De resto, Luís Filipe Castro Mendes garantiu que, neste momento, há «orçamento para relançar a fundação», tal como, no ano passado, houve orçamento para a tirar «da gravíssima situação financeira em que se encontrava».


Votar:
Resultado:
35 Votos
Imprimir Artigo
Enviar por Email
Comentário Privado
Comentário Publico
Adicionar Favoritos

Diga o que pensa sobre este artigo. O seu comentário será publicado online após aprovação da redacção.

Comentários Nome
Email
Código de VerificaçãoInsira os algarismos da figura
Anónimo
MEO Kanal 401262
© 2009 O Interior | Rua da Corredoura, 80 - R/C Direito C - 6300 Guarda | Telefone geral: 271 212 153 - Publicidade: 271 227 349 - fax: 271 223 222
Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital. Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.