Última Hora | RSS RSS | Arquivo | Ficha Técnica | Classificados | Inquéritos | Fórum | Futebol | Tempo | Farmácias | Publicidade | Newsletter | Pesquisa Avançada | Contactos | Área de Assinantes
Edição de 20-07-2017
Pesquisa:

Arquivo: Edição de 08-07-2010

Secção: Última

Centro de Inovação e Tecnologia Agro-Alimentar vai surgir na Maia no próximo ano
Covilhã perde Frutech por faltar aeroporto
Tempo de leitura: 2 m
Bookmark and Share
Aumentar Tipo de LetraDiminuir Tipo de Letra

O Frutech não ficará na Covilhã porque a região não é servida por um aeroporto, disse, anteontem, o presidente da Frulact durante a cerimónia de lançamento deste Centro de Inovação e Tecnologia Agro-Alimentar, que contou com a presença do ministro da Agricultura.

O projecto vai ver a luz do dia na Maia, envolvendo a Frulact e o Instituto Politécnico de Viana do Castelo. O centro será construído junto das instalações da Frulact naquela cidade nortenha, terá cerca de mil metros quadrados e funcionará com 21 quadros especializados, 17 da empresa e quatro do IPVC. Segundo João Miranda, presidente do Conselho de Administração da Frulact, o Frutech representa um investimento de dois milhões de euros, é comparticipado pelo programa PRODER e admite que possa ser inaugurado «em Abril» de 2011. O empresário revelou depois que o centro não é realizado na Covilhã, onde a empresa possui uma unidade fabril de produção de preparados de fruta, porque «a região não é servida por um aeroporto».

Por sua vez, o ministro António Serrano aproveitou a vinda à Covilhã para anunciar que, em Setembro, deverá ser apresentada uma nova entidade destinada à promoção internacional de frutas, legumes e flores, à semelhança do que já acontece com os vinhos. «Estamos a trabalhar com todo o sector associativo nesta área, porque entendemos que eles têm bons produtos [e] estão bem organizados na produção», afirmou. Segundo o governante, a criação desta nova entidade servirá para apoiar os produtores na divulgação dos seus produtos no mercado internacional, porque actualmente «falta-lhes dimensão associativa que lhes permita dirigir-se ao mercado internacional sob uma única marca portuguesa».


Votar:
Resultado:
84 Votos
Imprimir Artigo
Enviar por Email
Comentário Privado
Comentário Publico
Adicionar Favoritos

Diga o que pensa sobre este artigo. O seu comentário será publicado online após aprovação da redacção.

Comentários Nome
Email
Código de VerificaçãoInsira os algarismos da figura
Anónimo
MEO Kanal 401262
© 2009 O Interior | Rua da Corredoura, 80 - R/C Direito C - 6300 Guarda | Telefone geral: 271 212 153 - Publicidade: 271 227 349 - fax: 271 223 222
Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital. Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.